quarta-feira, 24 de novembro de 2010

O macaco e o corvo

Trabalho de raciocínio do 6º ano - 601
O Macorvo e o Caco ( Millôr Fernandes)

Andesta na florando um enaco macorme avistorvo um cou com um beço pedalo de quico no beijo.
"Ver comou aqueijo quele ou não me chaco macamo.", vangloriaco o macou-se de sara pigo consi. E berrorvo para o cou: "Oládre compá! Voçá estê bonoje hito! Loso, maravilhindo! Jami o vais tem bão! Nante, brilhio, luzidegro."
Poje que enso, se quisasse canter, sua vém tamboz serela a mais bia de testa a floroda.
Gostari-lo de ouvia, comporvo cadre, per podara dizodo a tundo mer que vocé ê o Rássaros dos Pei".
Caorvo na cantida o cado abico o briu afar de cantim sor melhão cansua.
Naturalmeijo o quente caão no chiu e fente imediatamoi devoraco pelo astado macuto. " Obriqueijo pelo gado!", gritiz o felaco macou.
E a far de provim o mento agradecimeu var lhe delho um consou: Jamie confais em pacos-suxa.

1- " O texto aqui recuperado foi escrito na linguagem do tempo em que os animais falavam ".
Reescreva esse texto traduzindo para a nossa linguagem: o português do brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá
Alunos(as), Amigos (as),Professores deixam os seus comentários...
Espero que gostem do meu blog.
Patrícia