quarta-feira, 17 de março de 2010

Projeto '´ Mitos e Lendas´´







Livro Mitos
O Folclore do Mestre André
(Marcelo Xavier)

Mula-Sem-Cabeça
Onde houver um pequeno ajuntamento de casas rodeando uma igreja, com noites silenciosas e escuras, haverá casos de aparição da Mula –sem -cabeça. Dizem que é uma mulher que namorou um padre e, por isso, foi castigada. Toda passagem da noite de quinta para sexta-feira, ela vai até uma encruzilhada e ali acontece o encantamento. Depois, tem que percorrer sete freguesias ao longo daquela noite. (Freguesias eram pequenos povoados, no Brasil de antigamente).
Mas veja que estranha “mula-sem-cabeça” é só o nome desse mito. Na verdade, de acordo com as histórias que o povo conta, ela aparece como um animal inteiro, forte, lançando fogo pelas narinas e pela boca, onde tem freios de ferro. Nas noites de cumprir sua punição, ouve-se o seu galope violento, acompanhado de longos relinchos. Em alguns momentos, soluça como uma pessoa quando chora. Ninguém põe o pé fora de casa nessas noites.
Se alguém, bastante corajoso, tirar os freios de sua boca, o encanto se quebrará e a Mula -sem -cabeça voltará a ser gente, livre para sempre da maldição que a castiga.
XAVIER, Marcelo. A Mula-sem-cabeça. In: Mitos: Folclore do Mestre André. Belo Horizonte: Formato Editorial, 1997.p.22.
Apôs a leitura do livro:'' Mitos'', O folclore do Mestre André (Marcelo Xavier),os alunos fizeram atividade com massa de modelar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá
Alunos(as), Amigos (as),Professores deixam os seus comentários...
Espero que gostem do meu blog.
Patrícia

Postar um comentário